Página Principal
Tecnologia

Página Principal
Contato
ByTec Group - Av. Nelson Cardoso, 1149/ 16º andar - Jacarepaguá, Rio de Janeiro-RJ, CEP: 22738-900 - Fone: (21) 2423-3030 / fax: (21) 2435-2630.
Copyright ByTec Group- Todos os Direitos Reservados.
SAI_ERP
ERP/f
Adicionar aos Favoritos
Cadastro
Mapa do Site
Grosso modo, o ERP (Enterprise Resource Planning ou planificação dos recursos corporativos) é um conjunto de sistemas que tem como objetivo agregar e estabelecer relações de informação entre todas as áreas de uma companhia. Porém, para entendermos o que isto significa na prática é interessante voltar ao final de década de 50, quando os conceitos modernos de controle tecnológico e gestão corporativa tiveram seu início.

No início da década de 70, a expansão econômica e a maior disseminação computacional geraram o avô dos ERPs, os MRPs (Material Requirement Planning ou planejamento das requisições de materiais).

Eles surgiram já na forma de conjuntos de sistemas, também chamados de pacotes, que conversavam entre si e que possibilitavam o planejamento do uso dos insumos e a administração das mais diversas etapas dos processos produtivos.

Seguindo a linha evolutiva, a década de 80 marcou o início das redes de computadores ligadas a servidores – mais baratos e fáceis de usar que os mainframes – e a revolução nas atividades de gerenciamento de produção e logística. O MRP se transformou em MRP II (que significava Manufacturing Resource Planning ou planejamento dos recursos de manufatura), que agora também controlava outras atividades como mão-de-obra e maquinário.

Na década de 80, serviu tanto para agilizar os processos quanto para estabelecer comunicação entre essas “ilhas” departamentais. Foram então agregados ao ERP novos sistemas, também conhecidos como módulos do pacote de gestão. As áreas contempladas seriam as de finanças, compras e vendas e recursos humanos etc, em suma, setores com fatores administrativos e de apoio à produção ingressaram na era da automação.

A nomenclatura ERP ganharia muita força na década de 90, entre outras razões pela evolução das redes de comunicação entre computadores e a disseminação da arquitetura cliente/servidor – Pc’s ligados a servidores, com preços mais competitivos – e não mais mainframes. E também por ser uma ferramenta importante na filosofia de controle e gestão dos setores corporativos, que ganhou aspectos mais próximos da que conhecemos atualmente.

Na segunda metade daquela década seria caracterizada pelo BOOM!! nas vendas dos pacotes de gestão. E, junto com os fabricantes internacionais, surgiram diversos fornecedores brasileiros, empresas que lucraram com a venda do ERP como um substituto dos sistemas que poderiam falhar com o bug do ano 2000 – o problema na data de dois dígitos nos sistemas de computador.

O QUE É ERP?

 

Empresa

 

Soluções

 

A B C do ERP
Clientes
Comercial
Suporte
Contato
Parceiros

 

Avançar
Avançar